Cidades

Avenida Central do Trecho 2 do Sol Nascente começa a ser asfaltada

Serão 2,5 quilômetros de pavimentação. O governador Rodrigo Rollemberg acompanhou o início do trabalho na manhã desta quarta-feira (2)

Começou na manhã desta quarta-feira (2) a pavimentação asfáltica na Avenida Central do Trecho 2 do Sol Nascente. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, esteve no local para testemunhar o início do trabalho e o andamento das obras de drenagem.

Começou na manhã desta quarta-feira (2) a pavimentação asfáltica na Avenida Central do Trecho 2 do Sol Nascente
Começou na manhã desta quarta-feira (2) a pavimentação asfáltica na Avenida Central do Trecho 2 do Sol Nascente. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Serão 1,6 quilômetro de rede de drenagem e 2,5 quilômetros de pavimentação, além da instalação de meios-fios, na Avenida Central.

Em todo o Trecho 2, o trabalho engloba a execução de 30,3 quilômetros de redes de drenagem, construção de três lagoas de retenção e pavimentação de 493,5 mil metros quadrados de vias, o equivalente a 70 quilômetros de comprimento por 7 metros de largura.

Rollemberg destacou que asfaltar as ruas do setor habitacional não é apenas uma questão de conforto, mas de promoção da saúde dos moradores, da segurança pública e da limpeza da cidade.

“Estamos transformando lugares esquecidos por outros governos, como Sol Nascente, Porto Rico, Buritizinho e Vicente Pires, em excelentes lugares para morar”Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

“Estamos transformando lugares esquecidos por outros governos, como Sol Nascente, Porto Rico, Buritizinho e Vicente Pires, em excelentes lugares para morar.”

O investimento na área é de R$ 95,5 milhões, via financiamento com a Caixa Econômica Federal e contrapartida do governo de Brasília. Os serviços de drenagem estão em andamento, com 47% executados. A conclusão do Trecho 2 está prevista para o fim de 2018.

Obras de infraestrutura nos outros trechos do Sol Nascente

As obras no Trecho 1 tiveram início em fevereiro de 2015. São 25,2 quilômetros de redes de drenagem, construção de cinco lagoas de retenção e pavimentação de 304,9 mil metros quadrados de vias, correspondentes a 44 quilômetros de comprimento por 7 metros de largura.

Até agora, 60% das obras de drenagem, pavimentação e meios-fios do Trecho 1 estão executadas. As bacias de drenagem 5, 6, 7 e 8 estão em construção.

A previsão é que as intervenções — que tiveram investimento de R$ 58,8 milhões, provenientes da Caixa Econômica Federal e contrapartida do governo de Brasília — fiquem prontas até o fim de 2017. “Vamos aproveitar o período de seca para avançar ao máximo”, disse o governador.

Já no Trecho 3, o valor contratado com o Consórcio Nascente III é de R$ 66 milhões. Isso inclui 21,3 quilômetros de redes de drenagem, três lagoas de retenção e 450,5 mil metros quadrados de pavimentação.

EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA

Mostrar mais

RECOMENDADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *