segunda-feira, maio 20, 2024

Curso de Manejo à Vítima de Afogamento capacita profissionais e estudantes

Share


02/05/2024 às 18:54, atualizado em 02/05/2024 às 21:42

Promovido pelo HRSM e pelo Hospital de Base, treinamento tem o objetivo de reduzir a mortalidade relacionada a incidentes aquáticos

Por Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

Os hospitais Regional de Santa Maria (HRSM) e de Base (HBDF) foram palco, nesta quinta-feira (2) para o curso de capacitação em Manejo à Vítima de Afogamento. As inscrições foram abertas ao público geral e, por isso, além de colaboradores do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF), participaram profissionais de saúde e estudantes da área.

Dividido em parte teórica e prática, o curso ofereceu aos participantes orientações desde noções básicas até o suporte avançado intra-hospitalar | Foto: Divulgação/IgesDF

O treinamento tem como objetivo a condução do atendimento às vítimas de afogamento, com o intuito de reduzir o número de mortalidade relacionada a incidentes aquáticos em diferentes cenários. Ao todo, foram cerca de 250 inscritos, divididos em três turmas.

“O objetivo do curso é dar maior sobrevida à vítima de afogamento para qualquer pessoa, até mesmo para os familiares. Saber abordar essa vítima e cuidar dela até a chegada do resgate. Como se trata de profissionais de saúde, trouxemos eles para o treinamento no ambiente intra-hospitalar, para aprofundar o conhecimento no suporte de vida avançado”, explica a enfermeira da Diretoria de Ensino, Pesquisa e Inovação (Diep), Tuanne Alves.

Dividido em parte teórica e prática, o curso ofereceu aos participantes orientações desde noções básicas até o suporte avançado intra-hospitalar.

“Sou acadêmico de enfermagem e achei o curso bastante interessante, pois ensinou muito sobre parada cardiorrespiratória, a quantidade de compressões que devemos fazer. Contribuiu muito para a minha formação e conhecimento”, relata o estudante Felipe Dias.

Já a técnica de enfermagem Conceição Lacerda disse que gosta muito de se atualizar e buscar conhecimento em sua área de atuação. “Preciso de muita informação, gosto de estudar, é uma capacitação a mais e isso me ajuda com meu currículo, só melhora”, avalia.

*Com informações do IgesDF



Source link

Leia mais

Local News