segunda-feira, maio 20, 2024

Mais de 10 mil pacientes recebem remédios gratuitos em casa todo mês

Share


Todos os meses, Daniel Santos, de 14 anos, recebe em casa, gratuitamente, os remédios indicados para seu tratamento contra o hipopituitarismo, uma doença rara causada por deficiência hormonal, que prejudica o desenvolvimento. Ele é um dos 10 mil beneficiados pelo programa Entrega de Medicamentos em Casa, do Governo do Distrito Federal (GDF).

Serviço do programa Entrega de Medicamentos em Casa está disponível para os 30 mil cidadãos cadastrados no Ceaf | Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A iniciativa evita que os pacientes ou familiares tenham gastos de tempo e deslocamento com a retirada presencial das medicações em uma das unidades do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf) da Secretaria de Saúde, mais conhecidas como Farmácias de Medicamentos de Alto Custo, localizadas na Asa Sul, em Ceilândia e no Gama.

Entre o início do ano passado e março deste ano, cerca de 190 mil medicamentos foram entregues pelo serviço

Fruto de uma parceria entre a pasta e o Banco de Brasília (BRB), o serviço está disponível para todos os 30 mil cidadãos cadastrados no Ceaf. No caso de Daniel, a entrega em casa é fundamental para garantir a segurança da família. Isso porque a mãe dele, Aline Sousa Santos, 47, tem um quadro de imunidade baixa.

“É um serviço muito importante, porque não temos os gastos com passagem de ônibus e com o tempo que eu levaria indo até lá. Também é importante evitar esse tipo de exposição a outras pessoas possivelmente doentes para não correr o risco de me contaminar. A equipe de entrega é muito atenciosa e cuidadosa com a gente, tenho muita gratidão”, elogia a moradora de Planaltina.

“Em termos de impacto na vida das pessoas, a gente percebe uma economia de tempo e dinheiro”

Letícia Farias Gerlack, gerente do Ceaf

A iniciativa foi implementada em 2020, durante a pandemia de covid-19, justamente para cumprir as orientações de distanciamento social e evitar a disseminação da doença. Desde então, o programa tem sido aprimorado e, por consequência, teve o número de pacientes ampliado, como explica a gerente do Ceaf, Letícia Farias Gerlack.

“Nos últimos anos, observamos muitas melhorias. Por conta da diminuição no fluxo de pacientes nas três farmácias do componente especializado, temos uma redução nas filas e no tempo de espera pelos atendimentos presenciais”, destaca a farmacêutica. Entre o início do ano passado e março deste ano, cerca de 190 mil medicamentos foram entregues pelo serviço.

O programa também é um recurso valioso para os cidadãos, porque se adéqua à rotina e eventuais limitações motoras que eles possam apresentar. “Em termos de impacto na vida das pessoas, a gente percebe uma economia de tempo e dinheiro. Com isso, ele gera bem-estar e qualidade de vida, principalmente para as pessoas que têm limitações por conta da saúde, da profissão ou dos cuidados com o lar”, detalha a servidora.

As Farmácias de Medicamentos de Alto Custo oferecem 275 tipos de remédios, indicados para cuidados com enfermidades crônicas, doenças raras e atenção a transplantados, por exemplo

Atenção à saúde

Os medicamentos mais demandados são para tratamentos de doenças autoimunes, como lúpus, artrite reumatóide e psoríase. Entre as entregas mais comuns, também estão os remédios psiquiátricos e neurológicos, para quadros como epilepsia e esquizofrenia; bem como doenças renais e diabetes tipo 1.

Em geral, as farmácias do componente especializado atendem a 110 protocolos de tratamento estabelecidos pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde. São oferecidos 275 tipos de medicação, indicados para cuidados com enfermidades crônicas, doenças raras e atenção a transplantados, por exemplo.

Todos os pacientes que dão entrada para a solicitação de medicamento nas farmácias do Ceaf têm direito a se cadastrar para receber os fármacos em casa, com exceção dos remédios que precisam ser administrados no hospital. O pedido para receber em domicílio pode ser feito a qualquer momento.

Operacionalizado pelo BRB, o programa incrementa a prestação de serviços públicos à sociedade de forma moderna e eficiente. “O BRB tem em seu DNA o trabalho em prol do desenvolvimento econômico, social e humano do Distrito Federal e esse projeto colabora para que o banco concretize sua função e faça a diferença na qualidade de vida da população de Brasília”, destaca Paulo Henrique Costa, presidente do banco.

A entrega de medicamentos funciona diariamente e atende a todas as regiões administrativas do Distrito Federal e Entorno

Entregas diárias

O serviço de entregas de medicamentos funciona diariamente e atende a todas as regiões administrativas do Distrito Federal e Entorno, conforme um cronograma estabelecido de acordo com os endereços dos beneficiados.

Mensalmente, a equipe entra em contato com os pacientes para realizar os agendamentos por telefone – um para a entrega das receitas médicas, no caso de remédios controlados, e outro para a entrega das medicações relativas ao mês, no endereço informado.

Para receber o medicamento em casa, o paciente precisa ser cadastrado no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf). Saiba aqui como se cadastrar no serviço da Secretaria de Saúde. O usuário também pode procurar atendimento no (61) 3029-8080.



Source link

Leia mais

Local News